segunda-feira, setembro 01, 2008

Tempo


Tempo jóia rara
Bem infinito e etéreo
A um só tempo

Uns o multiplicam
Com malícia quântica
Outros o perseguem
Com avidez insana

Todos o querem
O desejam sempre e mais
Eu o conto muito
Pouco o guardo

Tempo
Oras, vai?
Horas vão

9 comentários:

Udi disse...

Êêêba! De volta em estilo poeta-filósofa. Arrasou!

...e me fez lembrar disso aí do meu ídolo:

"És um senhor tão bonito
Quanto a cara do meu filho
Tempo Tempo Tempo Tempo
Vou te fazer um pedido
Tempo Tempo Tempo Tempo

Compositor de destinos
Tambor de todos os ritmos
Tempo Tempo Tempo Tempo
Entro num acordo contigo
Tempo Tempo Tempo Tempo"

Henrique Corrêa disse...

Muito bom! Parabens pelo texto. Aliás. Pelos textos.
Também sou poeta e acompanho sua poesia a pouco tempo.
Forte Abraço

Amanda Arthur disse...

Bacaníssimo, Udi! De quem é? Não sei... Deveria?
E Henrique, poeta não é bem o caso... Metida a escrever em verso e rima, pode até ser. Estive no seu blog pra te conhecer melhor. Gostei! Seja bem-vindo, volte sempre. Eu de vez quando te visitarei lá. Abraço.

Udi disse...

É Caetano Veloso em Oração ao Tempo, se não estou enganada é do Cinema Transcendental (...só uns 30 aninhos atrás).
Essa reflexão acerca do tempo foi inspiradora, durante todo o dia ontem fiquei a "tropeçar" no assunto tempo.
Com tempo, tentarei produzir algo para postar.
beijo

Anne M. Moor disse...

Que lindo Amanda... solta a franga e escreve maiiiiiiiiiiiiiis...
Beijos

Flavio Ferrari disse...

O tempo é inelástico
Mas a gente insiste
Não é fantástico ?

Ernesto Dias Jr. disse...

Oras!
Que tal deixar a pena correr mais e nos dar mais belezuras assim, heim?

Amanda Arthur disse...

Queridos Anne, Flávio e Ennesto,
Saudades...
O escrever pouco não vem sí da falta de tempo, mas um pouquinho de uma momentânea restrição do repertório às trivialidades da vida de mãe. E, como a idéia é mesmo de vez quando "mudar de assunto", passo por aqui para respirar os ares da blogosfera.
Com o tempo, fico mais esperta!. Beijos,
Amanda

Raquel Neves de Mello disse...

Lindo!