sábado, junho 21, 2008

Hace tiempo, mucho tiempo...

Putz! Faz tanto tempo que não visito a blogosfera (será que ainda a chamam assim, ou já estou démodé?) que não me lembrava do endereço para postagem e me senti algo estranha ao visitar blogs de amigos. Por que tanto tempo? No meu caso, confesso: tenho alguma tendência a abandonar as paixões antigas para me entregar de corpo, alma e coração às novas. E, de repente, volto ao que deixei lá trás, normalmente menos apaixonada, mas não menos interessada... O cara, aquele austríaco metido a entender a cabeça da gente, deve explicar. Bipolar talvez? Instável? Tudo bem! Sem "nóias".



A nova paixão tem nome: Théo. E trouxe consigo todo um mundo de mudanças de hábitos, atitudes, ritmo, repertório e afins. Algo me diz que desta vez, já tendo virado amor e não deixado de ser paixão, vai ser pra sempre.... Ops! Talvez eu esteja curada.



Para entrar no clima, fui ler textos antigos do Sarau. E imediatamente agradeci ter dedicado tempo e fosfato para registrar aqui alguns sentimentos e idéias. Concordei com boa parte das linhas que digitei. Mas, de algumas coisas dicordei. De outras ainda ri. E, então, lembrei de um pensamento lido num livro de frases (de onde costumava - ou costumo! -tirar meus "posts de gaveta"....):


"Desconfio de quem não ri sobretudo de si próprio, e depois dos outros. Desconfio de quem se leva muito a sério".

11 comentários:

isasidney disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anne M. Moor disse...

Bom te ver de volta... Ainda é a blogosfera sim :-)
Beijão... Saudades...

Udi disse...

Amandita!
Li seu comentário no Arguta e vim correndo prá cá.
Concordo totalmente: este é um amor que nunca deixa de ser paixão.
beijo em toda a família.

Amanda Arthur disse...

Obrigada, meninas!
BJOS!

Ernesto Dias Jr. disse...

O Theo deve ser mesmo a prioridade. Mas não deixe de continuar nos visitando. É muito bom ver você de volta!
A propósito: já reativei o link do Sarau lá no Assertiva...

disse...

Oi Amanda:
Que bacana ler e ter você novamente.
Não sei se foi só esses post, mas me parece algo difente mesmo....
Maternidade....e decorrências...
Beijo grande.

Walmir Lima disse...

Bom te ver, bom te ter postando e comentando de novo.
Agora, com Théo no colo e uma idéia na cabeça!
Bjão de alegria a todos.

Flavio Ferrari disse...

Só rindo mesmo ...

E esse negócio de censurar postagem ? Alguém escreveu alguma bobagem ? Por acaso terei sido eu numa noite insone ?

Raquel Neves de Mello disse...

Feliz regresso.

Érica disse...

"Porque rir é bom, mas de rir de tudo é desespero..."
Cantou Frejat...

Puxa, Amanda, será que eu nunca tinha vindo aqui??????

Érica disse...

ops!
"... mas rir de tudo..." sem DE! rs